Cabelos brancos

Luiz Maia

Os adolecentes, no auge do descobrir da vida, numa fase de procuras e de questionamentos, geralmente veem o mundo e as pessoas que lhes cercam por uma ótica extremamente crítica. Às vezes esse tipo de visão exacerbada pode lhes trazer mais dissabores que mesmo alegrias adiante. Mas, se eu lhes pudesse falar alguma coisa, diria que continuassem a agir do mesmo modo. Certamente estarão bem preparados para o enfrentamento do mundo, enquanto outros que não usam desse expediente  perderão com isso. Parabenizo aqueles que questionam a sociedade em que vivem, que lutam por um mundo mais justo Essa maneira de ser vem colaborar para tornar nossa vida melhor. Só os justos, românticos e poetas podem transformar o mundo. Há que se acreditar nesta premissa.

No entanto, sugiro aos mais exaltados para serem mais pacientes com a humanidade. No mais das vezes usem de benevolência com um mundo que é pródigo na diversidade de comportamentos e de pensamentos. Não existe nenhuma sociedade de pensamento único. Não pensem vocês que serão menos ou mais felizes agindo assim. Às vezes tentar impor um ponto de vista na contramão da prudência pode parecer insensatez. Nenhum debate consegue prosperar desse modo. Quando o senhor tempo passar vocês poderão enfim compreender não terem valido a pena tantas lutas em vão. Aproveitem mais e melhor o frescor da idade para valorizar um pouco do que há de belo - e não é pouca coisa. A beleza que há na natureza, as virtudes que existem em cada pessoa - apesar de às vezes duvidarmos disso. Não esperem para  descobrir que a felicidade desta vida encontra-se nas coisas mais simples, conforme só vamos entender somente quando adquirimos alguns cabelos brancos. Em todo caso, desejo aos jovens do mundo sucesso em suas críticas e questionamentos. O mundo pertence a vocês
.



  ooo

Conversa de fim-de-semana

Página Principal