Evolução

Luiz Maia

Creio que não existe prática espiritual mais profunda que ser amoroso com a família, bondoso com os amigos, o verdureiro, o dono da banca de revistas e todos aqueles que estão à volta. É na prática do dia-a-dia que se exercita a espiritualidade. À medida que se amadurece, fica evidente o quanto é necessário aprender a ser bom, melhor do que se é, e ajudar os outros a praticarem a bondade que liberta. Falta uma melhor compreensão de como seguir os verdadeiros caminhos da espiritualidade. Sem dúvida nenhuma, pouco ou quase nada se conhece a esse respeito.

 

Um simples caminhar em agradecimento a Deus pela dádiva da vida, um sorriso largo destinado às pessoas que se encontra no caminho ou até mesmo um simples bom-dia dado do fundo do coração, são um bom começo para a elevação da alma. Quando se age com respeito aos semelhantes; quando se reconhece, na natureza e em toda forma de vida do planeta, a razão de existir; quando se procura imitar Jesus ao dizer "Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei", é o início de um processo para tornar as pessoas mais felizes e de bem com a vida. Não é maravilhoso poder se encontrar com as pessoas na rua, partilhar conhecimento no ambiente de trabalho, deliciar-se sentado à mesa com os familiares? Pois bem, não se pode perder a oportunidade de, cotidianamente, agir com simples atitudes de boa convivência. Esse é um dos caminhos para iniciar o encontro com a plenitude espiritual.

  ooo

Conversa de fim-de-semana

Página Principal