Imponderável

Luiz Maia

Um dia uma moça que morava no interior casou-se e foi residir na cidade grande. Pensou que a partir dali tudo estaria resolvido. Nada mais teria a fazer em sua vida. Esqueceu-se por completo de regar o jardim da felicidade. Tempos depois passou por maus bocados: o casamento acabou e ela reclamou da sorte. Faltou-lhe experiência para entender que nada no mundo é definitivo e que a vida continua, mesmo quando parece que tudo acabou. A questão é que alguns indivíduos imaturos se apegam com facilidade às pessoas, criando geralmente falsas expectativas que nem sempre são correspondidas. Outras simplesmente passam a viver num falso mundo e, quando despertam, é tarde demais. Inês é morta. Quando vêem seu mundinho ir abaixo, começam logo a maldizer a vida. Essa a razão de seus medos, angústias e possíveis dissabores. Não é fácil conviver com tanta insegurança. Algumas, não suportando tamanha carga emocional, buscam nos divãs recuperar a sua auto-estima. Tenho muito respeito por essas pessoas imaturas porque sempre encontro nelas pedaços de mim. O melhor caminho não é buscar as extremidades, mas procurar sempre o meio-termo para melhor viver a vida.

Ninguém está preparado para o imponderável. Essa é uma grande verdade. Mas sou daqueles que têm a percepção de que nada é para sempre. Amo a vida e as pessoas à minha volta mas carrego comigo a certeza de que tudo passa e que podemos amar as pessoas indistintamente, independente de termos ou não na mão uma aliança que pudesse inibir a chance de nos relacionarmos uns com os outros.  Só quando nos sentimos livres e despossuidos de qualquer preconceito é que podemos usufruir as oportunidades que porventura nos apareçam. A vida nos oferece mil possibilidades. Não devemos restringir nosso mundo ignorando novas perspectivas, a menos que queiramos estreitar nossos caminhos. Existem outras dimensões que precisam e devem ser exploradas. Até o sofrimento, quando bem aproveitado, é fonte inesgotável de sabedoria. Porta aberta inclusive para um feliz amanhecer.

  ooo

Conversa de fim-de-semana Página Principal