Sabor e peixe

Luiz Maia

É uma pena perceber que o peixe não é uma carne consumida com muita freqüência pelos brasileiros. Chego a imaginar que seja pequeno o número de seus admiradores. Eu, particularmente, sou um amante das mais variadas receitas desse prato saboroso. Respeito aquelas pessoas que não gostam de alimentar-se com peixe, mesmo assim não nego que este é o meu prato preferido. Temos uma costa marítima com cerca de 8.000 quilômetros para ser explorada, contendo inúmeras espécies saborosíssimas. Ao chegar à nossa mesa, o preço de qualquer peixe de boa qualidade atinge cifras absurdas. Isso coopera para a elitização desse alimento que deveria estar presente na mesa de toda a população com mais assiduidade.

Além de excelente sabor, o peixe é muito nutritivo. Em primeiro lugar, o ômega 3 encontrado no peixe diminui o risco de doenças cardíacas, aterosclerose e ajuda no tratamento das inflamações. Além disso, o ômega 3 ajuda no desenvolvimento cerebral e na regeneração das células nervosas. E, por agir nas células nervosas, pode ainda auxiliar muito no tratamento da depressão, aliviando sintomas como a tristeza, ansiedade e problemas de sono. Tem grande quantidade de minerais, entre eles o cálcio, fósforo, iodo e cobalto. Isso sem falar na fonte de vitaminas A, D e B. Não podemos esquecer que ele é também eficaz no tratamento da pressão alta, ajuda na coagulação do sangue e alivia as dores causadas pela artrite reumatóide. Será que você vai ficar indiferente a tantos benefícios assim? Nessa nossa conversa de fim-de-semana, venho convidá-la para aderir de vez ao salutar hábito de saborear um bom peixe. Que tal uma Peixada à Brasileira neste domingo? Bom apetite!

   ooo

Conversa de fim-de-semana Página Principal