Uma história de amor

Luiz Maia

O Frei Aloísio Fragoso em suas palestras costuma refletir sobre os rumos da humanidade. Em uma recente palestra, ele sugere uma frase que eu assino embaixo: "a mente técnica pode desencantar a vida". O que isso significa de fato na percepção dele? Simplesmente ele quis dizer que é preciso ter tempo para contemplar a realidade, as pessoas, a natureza, os animais, as crianças, as coisas simples. Eu diria mais: é preciso não perder tempo levando uma vida aleatória, vã, sem sentido algum para só então descobrir que a vida é pródiga ao nos oferecer ensinamentos quando abraçamos a natureza e percebemos que somos parte integrante dela. O religioso aborda entre outras coisas a necessidade de transcender, sublimar e impregnar a vida de mística e de paixão por algo maior que si mesmo, buscando uma razão de viver, um ideal sublime. É sempre bom ouvi-lo.

Parabenizo o Frei Aloísio Fragoso por sua visão de vida, por sua preocupação em nos mostrar alguns ensinamentos que vêm da natureza. Por seu desprendimento ao caminhar mundo afora pregando uma nova maneira de se enxergar as coisas que estão à nossa volta, para que não percamos jamais o encantamento pela vida. Eu por vezes já falei sobre a necessidade que temos de transcender aos fatos menores do dia-a-dia. O homem transcende quando reconhece sua responsabilidade perante o meio ambiente e tudo faz para preservá-lo. No saber alimentar-se sem pressa ao mastigar, fazer da alimentação um prazer e agradecer a Deus pela comida diária. Precisamos comungar com o fato de que crescemos quando amamos as pessoas sem preconceitos, quando contemplamos um pôr-de-sol ou quando ouvimos uma boa música. Transcender é estar eventualmente triste e, mesmo assim, alegrar-se com a felicidade do outro.

  ooo

Conversa de fim-de-semana Página Principal