Um tom poético...

Luiz Maia

Acabo de ler uma carta escrita por uma amiga querida que não vejo há anos. Entre outras coisas noto sua preocupação com vários problemas que os brasileiros enfrentam, só suavizados pelo tom poético existente em cada frase sua. Suas palavras são um convite à reflexão. Residindo há mais de vinte anos na Europa, custa-lhe crer que estejamos mergulhados num mundo de violência, perplexos e parados frente à indiferença dos que detêm o poder. Justamente o Brasil de que tem ótimas lembranças. Ela recorda dos bons tempos do Rio de Janeiro, do banho de mar em frente ao Castelinho, dos festivais da MPB e do choppe gelado nas tardes de sábado na Rua Montenegro, hoje Rua Vinícius de Moraes. Diz sentir saudade das praias nordestinas, do Carnaval de Olinda e de comer uma peixada no Recife. Conta, entre outras coisas, sobre a vontade que tem de retornar ao País, mas a prudência fala mais alto.

 

A carta é extensa e eu não posso me alongar. Num dado momento ela me diz algo interessante: "em que pesem as dificuldades de cada indivíduo, raro é o dia em que eu não me lembro da necessidade que temos de valorizar mais a natureza, as coisas simples ao nosso redor. Lembrar dos gestos de caridade num mundo egoísta, materialista por excelência onde as pessoas passaram a ser, inclusive, descartáveis." Ela está certa pois comungo do mesmo pensamento. Será que as pessoas não se lembram de como é importante manter a chama da esperança acesa? Esquecem que é preciso ajudar o próximo? Já não acreditam num mundo melhor? Creio que haverá sempre espaço para sonhar em ser feliz, ético e honrado. Não me canso de lembrar da necessidade do homem transcender o habitual, de desligar-se por inteiro do cotidiano e passar a tirar proveito dos sinais que emanam da vida. Não se trata de alienação, mas é imperioso contemplar mais pores-de-sol, ouvir uma boa música e alegrar-se com a felicidade do outro. Pensar no bem que podemos praticar. Só assim tornaremos mais agradável o nosso viver.

  ooo

Conversa de fim-de-semana Página Principal