"Isso me faz lembrar do que me disse um rabino em Jerusalém:

que nunca haverá paz ali enquanto o ser humano não fizer a paz dentro de si mesmo.

E fazer a paz em Jerusalém significa fazer a paz nos diferentes bairros.

O bairro judeu, o bairro árabe, o bairro cristão, etc.

Nós também temos de construir essa paz nos nossos diferentes bairros, o bairro do coração, o bairro da mente, o bairro do corpo.

Se fizermos paz em nosso próprio interior, poderemos fazer a paz no mundo.

Há uma interpenetração do individual e do social.

Quando me preocupo com a sociedade, eu me transformo.

Cuidar do outro me revela a mim mesmo.

Quando conheço o outro, conheço a mim mesmo.

O Evangelho de São Tomé diz que o reino está no interior e no exterior.

Se o reino estivesse somente no interior, poderíamos abandonar o mundo e viver apenas em meditação.

Se o reino estivesse só no exterior, não teríamos de meditar, e poderíamos ocupar-nos o tempo todo da sociedade.

Mas o que Jesus fala é que o reino está dentro e fora, e eu acho que esse é o segredo do amor.

Porque o amor é aquilo que o ser humano tem de mais interior e, ao mesmo tempo, ele tem conseqüências no mundo exterior."

Jean-Yves Leloup

Revista Planeta

Ir para página principal Voltar "P" Voltar autor Ir para Autores

1