O caminho da paz passa pela guerra: interior!

"Para chegarmos à paz teremos que nos modificar por completo.

Não há como conciliarmos certas coisas.

Precisaremos trilhar o caminho peregrino do guerreiro pacífico.

Guerreiro sim, mas, pacífico.

Existirão muitos conflitos advindos de nossos antigos hábitos e pela maneira viciosa, própria de nossa natureza humana.

Precisaremos de muita perseverança. Muito deserto para meditarmos. Muita "água e sabão" para lavarmos a alma.

Vencer o mundo é fácil. Difícil é vencer a si mesmo.

Somos cheios de orgulhos, vaidades, preguiças e defesas para não enxergarmos nossos próprios erros e necessidades de mudanças.

"Sem passarmos pelo fogo e pela guerra" que transformam, jamais chegaremos à paz. "

sssonia@alternex.com.br - Sônia Santos - Psicóloga - RJ

Ir para página principal Voltar "P" Voltar autor Ir para Autores

1