"Viver é entrar em conflito com o mundo e seus suplícios (monstros).

Vale dizer, a representação de tudo o que ameaça afundar-nos nos sentimentos

inferiores ou atrair-nos para o exercício de nossas partes instintivas,

impulsivas, vorazes ou ferozes, em confronto com as

igualmente fortes ânsias de elevação, sublimidade, harmonia ou

transcendência."

 

 

Artur da Távola, do livro Liberdade de Ser

Ir para página principal Voltar "V" Voltar autor Ir para Autores

 

1