Caminhos

Luiz Maia

Se na minha estrada eu te encontrasse um dia, faria de tudo para abraçar-te carinhosamente. Seriam abraços demorados os que eu daria. Deixaria marcadas minhas digitais em tuas costas para jamais ser esquecido por ti.

Iria conhecer-te profundamente. Quereria saber de tua vida em detalhes, apreciar minuto a minuto o teu sorriso e ouvir as palavras que vêm de tua boca. Iria rir o teu riso e envaidecer-me com teu esplendor, assistir à tua preguiça, ao teu namoro, aos teus gestos de carinho quando estivesses à minha espera.

Quero deixar de lado amizades, saudade, todo tipo de lembrança. E, de olhos fixos em tua beleza, absorver o teu ritmo ao te movimentares entre os labirintos da quimera e da realidade, livre dos dissabores e afazeres dessa vida.

Quem sabe um dia ainda beijarei esse teu rosto, calarei tua boca num demorado e desejado beijo. Conhecerei os teus caminhos, que já são tão meus, e de repente ouvirás de mim uma melodia que jamais esquecerás...

Necessito andar de mãos dadas contigo em todos os lugares, por todos os caminhos que ainda desconheço. Farei de ti minha mulher amada, minha única companheira.

ooo

Poesias Página Principal