Ela

Luiz Maia

Seu silêncio que às vezes me leva a pensar tanta besteira é o mesmo que me leva a imaginar como deve ser pacífico seu interior, como deve ser bonita e silenciosa sua alma.

Seus caminhos são enormes alamedas floridas a ensejar sombras ao meu trôpego e ainda inseguro caminhar.

Descanso nessas sombras a ouvir a sinfonia da paz que você injeta em meu tímido coração.

Você é o meu grande amor, minha indolente paixão,

meu fruto doce em forma de mulher.

ooo

Poesias Página Principal