Minha, somente minha

Luiz Maia

És minha, somente minha
Sei que hoje gosto muito de ti... amanhã quem sabe eu venha a te querer?
Assim eu levo a vida a desejar...
E, quando chegares aos meus braços, reconhecerás decerto o meu cheiro
Já que neste instante imaginas apenas sentir...
Ao me abraçar feito louca, me dirás que sempre estiveste à minha espera,
Que teu amor é meu e que somos uma só pessoa...

Quando chegares em minha morada, ainda haverá tempo de colhermos os frutos
Daquilo que fomos ontem e do que seremos depois
Mas haverá sempre entre nós um eterno e inseguro agora...
Só sei que logo estaremos a sós... e quando tudo parecer tarde demais
Nos deitaremos à sombra dos laranjais e perguntaremos por

Onde andamos nós dois...


 

ooo

Poesias

Página Principal