Sumido

Luiz Maia

Ando sumido andando por sobre terras e serras por mim amadas.

Mas nada que me faça esquecer os meus amores queridos, as mulheres que povoam o meu pequeno Universo.

 

Ando saudoso dos fatos que remetem à lembrança dos anos que se foram e que marcaram nossas vidas.

 

Sinto desejo.

Um desejo imenso de vê-la entre os meus braços outra vez.

 

Sinto saudade.

Uma saudade doída que me leva a pensar que jamais iremos nos ver novamente.

 

Sinto muita pena.

Pena dos que se foram e não experimentaram o prazer que é desejar você.

Tê-la por entre as mãos. Bem perto...

 

Ah, quanta saudade de você menina!

 




  ooo

Poesias

Página Principal