Carinho

Luiz Maia

Acabei de conversar com algumas amigas, a respeito de dar e receber carinho.

E como é bom dar e receber! 

E logo chegamos à conclusão que o carinho é uma das ramificações do amor.

E que amar é o elixir que dá sentido à vida. 

Carinho, que delícia, dar ou receber. 

A carência é a distância de si próprio. 

Quem só pensa em dar carinho, sem pensar em receber, está sendo acarinhado às avessas.

Dê de si, presenteie carinho, permita que seu sorriso possa alegrar um jardim de poucas flores. 

Permita seu amor. 

O Carinho dado a si mesmo é o que será dado ao outro. 

É o que receberá de todos.

Façamo-nos felizes sendo carinhosos, uns com os outros, sem jamais esquecer que esta prática é uma forma de amor deliberado.

  ooo

Reflexões Página Principal