Ecologia I

Luiz Maia

Ao folhear uma revista voltada para assuntos ecológicos, li alguma coisa assim: "Quando olhamos a natureza em profundidade, percebemos que nosso sangue vem das águas dos rios, o ar de nossos pulmões vem emprestado de nossa atmosfera (e a ela retorna) e a parte sólida dos nossos corpos vem dos alimentos que a terra nos dá".

Por essa razão precisamos denunciar que o mundo chegou a um instante limite de empobrecimento ecológico de tal sorte, de tamanha gravidade, que só nos cabe a indignação e a busca pela reversão do quadro.

O mundo assiste atônito à carência de uma maior consciência sobre as questões de preservação da natureza e do ecossistema.

Ninguém de bom-senso pode adiar essa discussão a menos que queira perder o bonde da história.

O momento atual é propício à elaboração de leis que visem dar prioridade às questões relacionadas à preservação da ecologia, do meio-ambiente, com discussões para se criar uma consciência ecológica em cada cidadão.

  ooo

Reflexões Página Principal