Essa onda de violência

Luiz Maia

Ultimamente as pessoas vêm se sentindo acuadas diante da onda de violência que varre o País.

Não adianta ter apenas coragem para dominar e vencer o medo. 

Quem reage num eventual incidente, está arriscado a perder a vida. 

Aqueles que têm os meios para cuidar da sociedade é que deveriam enfrentar esse crucial problema. 

Assistimos ao governo vacilar e permanecer inerte ante a fúria dos malfeitores. 

Bem que poderia promover ações de caráter emergencial, sem jamais esquecer de cuidar de políticas sérias no âmbito social.

Eliminando as causas, poderia dotar o País de uma infra-estrutura capaz de mover-se em direção aos obstáculos e, sem passe de mágicas, lançar-se sobre a presa no momento certo. 

Há que se ter coragem sim, mas aliada à inteligência e à ponderação de quem enxerga além de meras ações de impacto que, em última análise, quando ineficazes, servem só de estímulo à progressão do caos já instalado. 

Encarar as dificuldades com determinação significa olhar as questões sociais com maior carinho, até vencer por completo esse estado de coisas que tanto tem infelicitado a nação.

  ooo

Reflexões Página Principal