Eucaristia

Luiz Maia

Imagine uma pessoa gozando de excelente saúde, com pouco mais de trinta anos, e que tem conhecimento de que vai morrer no dia seguinte... 

Pessoas comuns certamente entrariam em pânico.

Algumas se refugiariam nos tranquilizantes. Outras tentariam fazer, em poucas horas, tudo aquilo que não fizeram numa vida inteira.

As mais fracas de espírito veriam no suicídio a melhor saída. 

Mas quando isso aconteceu com Jesus, Ele reuniu os seus discípulos para comungarem, na Santa Ceia, em homenagem à eterna lembrança de sua santa passagem entre nós. 

Ele pressentiu a traição e o abandono, mas nem por isso deixou-se levar pela amargura e desencanto. Em Jesus não  havia lugar para o orgulho nem a soberba.

Naquele instante assumiu a condição do Messias prometido e fez desse acontecimento algo que marcasse para sempre nossas lembranças. 

Lembranças dos seus ensinamentos, promessas e da sua vida que fora sacrificada para nossa salvação.

Jesus, o Cristo, é o filho unigênito do Pai, o bendito Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Eis o fortíssimo simbolismo da Eucaristia. 

Felizes são aqueles que crêem em Jesus Cristo como sendo nosso único e suficiente Senhor e Salvador, pois terão a vida eterna.

Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida.

JESUS é, simplesmente, admirável!

  ooo

Reflexões Página Principal