Solidariedade

Luiz Maia

A solidariedade é, sem nenhuma dúvida, a forma maior de alguém expressar o seu amor ao outro. É sentimento nobre. A solidariedade é coisa fina e rebuscada dentro daquele que tem o privilégio de senti-lo.

Ninguém neste mundo foi tão solidário às pessoas quanto Jesus, enquanto esteve entre nós. Ensinou-nos a repartir o pão. Mostrou-nos como devemos ser solidários aos mais fracos e oprimidos. E como se isso não bastasse, atingiu o ponto máximo da solidariedade quando em nosso lugar morreu na cruz.

Portanto, foi Jesus Cristo aquele que melhor encarnou o espírito de solidariedade, durante todo o tempo em que veio pregar o Evangelho entre os homens.

Nos anais da história é fácil encontrar exemplos e homens e mulheres que fizeram desse sentimento uma bandeira de luta, uma razão de vida. São pessoas comprometidas com o bem. Pessoas que se preocupam com o próximo e fazem desse sentimento cristão algo sublime em suas vidas. Como é bom saber que existem pessoas que fazem a nossa luta ser sua também.

Solidariedade, esse sentimento tão nobre e necessário nas relações humanas, cada vez mais parece distante do coração dos homens. Nunca aquele dito popular, "cada um cuide de si", esteve tão em voga como nos dias atuais. E a conseqüência tem sido péssima: uma sociedade exclusivista e voltada para os interesses de cada um, preterindo-se o interesse comum, a coletividade como um todo.

É tempo de voltarmos atrás e aprendermos com Cristo Jesus que sem amor não iremos a lugar nenhum. Vamos exercitar a nossa solidariedade e tornar o mundo bem melhor, mais compatível com a essência cristã que reside em cada um nós e que precisamos muito colocá-la na prática.

 

  ooo

Reflexões Página Principal