Relatos sobre "Sem Limites para Amar"

 

Ana Emilia (Luiz Maia),


Acabei de receber Sem Limites para Amar, me emocionei com o prefácio e a resposta ao Prefácio, É claro Ana Emília. Só pessoas muito especiais como vocês dois para sentir e escrever coisas tão lindas. Nem li todo e já valeu o livro.

Foi uma grata surpresa, muito obrigada!

Mariana -- Campina Grande – Paraíba

*********************
Sem limites para Amar é o segundo livro de nosso querido amigo Luiz Maia, como ele próprio já referiu aqui na lista, eu já tenho esse livro em minhas mãos que, já li por completo e reli várias vezes algumas de suas crónicas.
Este é um livro carregado de sentimentos e emoções, que nos faz reflectir demais na amizade, na solidariedade, no amor entre muitas outras coisas, como sentimentos supremos de que nos devemos munir para abraçar-mos a vida.
Este é um livro que aconselho vivamente a todos. Queridos encomendem logo esse livro ao Luizinho antes que esgote, pois não acredito que esta Obra tão maravilhosa fique por muito tempo nas prateleiras das livrarias.
E agora vou pôr minha modéstia de lado e contar como me sinto lisonjeada, vaidosa e babada, de esse livro começar com uma crónica dedicada à minha pessoa!

Fátima Santos

Porto/Portugal
*******************
Luiz
Já li o seu livro quase todo e estou gostando muito dele, como gostei do anterior, embora o seu estilo de escrever seja diferente do meu. Acho que você se faz entender melhor do que eu:-) Mas estilo é estilo e você não deve mudar o seu, assim como eu não pretendo mudar o meu. O seu modo de escrever é autêntico... mostra como você é... Não vejo muita diferença entre o seu modo de escrever nos e-mails e nos livros (isto é um elogio viu?:-) -)

Abraços.
Janice - Curitiba – Paraná

*****************
Luiz Maia:


Pensei muito para que as palavras não me fugissem do meu pensamento...

O que eu uma mera leitora poderia comentar sobre um livro escrito por alguém
de sentimentos tão nobre e palavras tão doces...

Creio que o que disser será apenas um pedacinho do que o livro realmente significou no momento que estava lendo..Ouvi muitos comentários sobre o livro escrito por Luiz Maia e esse fato já me incentivou a querer ler o livro, porém queria saber mais sobre ele e foi então que um titulo me chamou a atenção.
" Sem limites para amar", esse simples titulo já é forte o suficiente para sabermos o que o livro nos relata..Parabéns adorei , e uma das passagens do livro já foi suficiente para que eu conhecesse os sentimentos do escritor Luiz Maia..

São estas:

"Para concluir devo dizer que demorei a escrever enquanto chorava. Claro que muitos poderão pensar que sou feito de choro ou mesmo que faço a "declaração de um fraco".Não pense assim quem assim chegou a pensar. A verdade é que existe em mim uma criança linda querendo aflorar.Ou aquele velho triste, cansado de nunca ter sido escutado"...

Você com essas simples palavras já diz tudo, ou seja o amor é o mais puro dos sentimentos e o que escreveu é simplesmente de quem diz, pensa e age "Sem limites para amar".

Verônica - São Bernardo do Campo -- São Paulo.

******************
Luizinho,

Primeiro, quero agradecer pelo livro. Ontem comecei a ler o seu livro, que peguei pra ler algumas páginas, como de costume... como a gente se engana, né? fui dormir após as 2:00 am por que não consegui parar de ler e só adormeci após ter lido a última frase...e ainda tive vontade de levantar-me e escrever pra você, mas contive-me até essa manhã.
Comentários:
Clarissa não te deu mais sinal de vida, envolveu-se com a vida nova no Canadá....mas eu tô aqui, viu? estou longe também, mas apesar da vida bem diferentemente vivida nessa parte superior da linha do Equador, não esqueço você. você é muito especial pra ser esquecido.

Ao ler sobre o Terceiro Milênio, não fique triste, em hipótese alguma.levante sua cabeça e louve ao Senhor Deus, pois Ele nos prometeu uma vida eternamente feliz na presença dele. já pesnou o que é viver na mais completa felicidade e pra sempre?

Terríveis e dolorosas são as despedidas. você tem toda razão e eu digo isso, com a experiência de quem já ri e chora ao mesmo tempo.

Angélica ficou triste porque queria dar aos pais a alegria de levá-la ao Altar. bom, pra começo de história eu não tenho quem me leve ao altar, acho que isso vou ter que fazer meio tipo "a noviça rebelde"....mas também, sem noivo, como sonhar com o casamento? parece que, como Angélica, tenho nas mãos de Deus outros planos pra mim.
Não sabia que seu pai era português. fiz grandes amigos por aqui e dentre eles, uma família portuguesa com certeza!! eles são Francisco e São, têm duas filhas gêmeas de 33 anos e três netinhos lindos de 13, 9 e 5 anos.Eles são de Serra da Estrela, Portugal.

Luizinho, obrigada por mais esse livro e já aguardo o terceiro. ore por mim, pra que ue também tenha coragem de dar continuidade ao meu livro que ainda não tem nome....quem sabe você me ajuda?
você tem razão, quem não sonha, já começa a morrer!!!!! eu quero viver, por isso sonho!!!!!

um beijo enorme! um em você e outro em Ana Emília (quero muito conhece-la)

com carinho,

Debora Oliveira (EUA)

***************
Luiz Maia, bom dia !!

Minha intenção neste email é comentar seu livro.

E como não comentá-lo, ainda mais que ganhei um capítulo só meu (A Moça de
Araraquara), assim como Fátima? Sinto-me lisonjeada com sua consideração e carinho.
O livro trata de assuntos e de temas corriqueiros, comuns, mas não por isso de menos importância, como amor, amizade, solidariedade, por-do-sol, violência, indiferença, saudades, e de tantos outros sentimentos humanos que, devido a correria e ao estresse diário, e com tantas preocupações anublarem nossa mente e coração, acabamos esquecendo-os, deixando de praticá-los, ou largando-os um pouco de lado, agindo com certa indiferença perante eles, assim como muitas vezes tornamo-nos indiferentes perante uma notícia mais forte na TV.
Esse livro injeta em nós a vontade de passarmos de um estado de indiferença à ação; impele-nos a transformar os tais temas corriqueiros em algo mais do que simples temas e crônicas escritas em papel, sim, em um propósito de concretizar em ações esses sentimentos e qualidades sobre os quais Luizinho discorreu em seu livro, ou seja, de passar do status quo, de estar parado, sem objetivo, a passar para a ação, a se envolver na amizade, no amor, na solidariedade, e derreter a indiferença que muitas vezes gela e congela o coração, e despertar em nós a sensibilidade, que todos temos latente em maior ou menor grau, mas que muitos, por vergonha, ou por falta de motivação, não a deixam transbordar, ou a abafam.

Parabéns pelo seu trabalho, sei que muitos outros virão.

Um grande beijo, bem carinhoso, para você !

Cláudia. - Araraquara - São Paul

******************
Ana Emília (Luiz Maia),

Acabei de receber o exemplar do livro do Luiz Maia.

Parabéns por mais uma gestação consciencial !

Especial parabéns à revisora e autora do prefácio !

O pouco que pude observar, percebi:

Hilton Heliodoro Gunça dos Santos - Salvador – Bahia

****************

Luiz

Terminei de ler teu livro antes de ontem, este fiz questão de ler vagarosamente. Assim como a Vera, vou marcando frases que me levam a mergulhar nos meus sentimentos.

Dificil expressar, tudo que se sente com tão maravilhosa leitura.

Tua alma está escrita ali, de forma transparente e genuína.

Escreve com teu coração derramado nas palavras e isto faz toda a difernça para quem lê. Chorei, muitas vezes. Sorri, muitas também.

Mas há algo marcante em teu livro que vai além do amor ao próximo, é o amor por Ana. Tu explicitas tão lindamente este amor, que não há como não se emocionar e sentir a imensidão deste sentimento que tu tens por ela.

Como faço sempre, depois , vou escrever minhas marcações e os sentimentos que me vieram em relação ao que li.

Ontem dei o livro (segundo que pedi) a quem iria presentear. A Beatriz, a presenteada, ficou emocionada, e ela hoje estará em uma cidade proxima a Canoas, trabalhando com os pais daquela comunidade para a sensibilização deles em relaçao a uma implantaçao de clinica e escola naquela cidade para Poratadores de Necessidades Educativas Especias.

O que acontece lá é um "fenômeno" raro, a prefeitura quer o serviço mas as familias tem resistência, então prefeitura pediu um auxilio da Pestalozzi e a equipe está lá realizando esta primeira fase. Beatriz disse que ainda ontem leria teu livro e que colheria dele algo para levar para os pais desta comunidade.

Relato isto porque percisas saber que teu pensamento escrito já está servindo de incentivo para um trabalho social. Percebes que tua teoria é prática ? Mesmo que vc não esteja presente ao VIVO e em CORES.? Fiquei feliz por isso.

Minha oração é para que DEUS te conserve este ser amante da vida, do próximo e de todos aqueles que te rodeiam.

Meu carinho e meu beijo a ti

Lênia > Canoas - Rio G. do Sul

**************

Caro amigo Luiz,

Recebi, ao chegar, o seu "Sem Limites para Amar". E findei agora a leitura.

Li de uma só vez, deixando de lado os afazeres, a janta, o telefone, e tudo mais...

Foi, de fato uma viagem pelos sentimentos.

Li com um lápis na mão, marcando (hábito meu) as frases de maior ressonância.

E são muitas, creia...Profundamente tocantes...

Há trechos em que as lágrimas marejaram...

Vc toca o coração, com uma elegância sem igual...A escrita é fluente, não deixa largar. Irei reler muitos trechos e comentar, depois, com você.

O livro só faz confirmar a sua sensibilidade, a sua grandeza perante a vida, a sua atitude em "querer mudar o mundo". Saiba, o mundo talvez não, mas é impossível não refletir após a leitura de seu livro. Que sua semeadura em forma de palavras traga-lhe o retorno, as alegrias que merece. Realmente, tocou muito.

E para escrever tudo aquilo, é porque aí dentro tem muita coisa linda, conseguida com suores e batalhas, mas transformados em mel, em vez de fel...E isso é m-u-i-t-o difícil para o ser humano...

Além do que, sua visão social é ampla. Reflete o que se espera da educação, hoje...O livro pode, sim, como foi dito pela Lênia e sua amiga Beatriz, ser bem aproveitado por professores e pais, alavancando conversas da vida... Li, vou reler e continuar recomendando.

E sobre as frases-ensinamentos assinaladas, acho que cada uma pode ter muito significado. Me permita transformá-las em mensagens individuais, com imagens, indicando - claro - a fonte...

Vou fazer, e te enviarei...

Escreva sempre...

Vera - São Paulo – Capital

*************************

Luiz Maia,

O que me chamou atenção foi uma comparação, e não precisei acabar de ler para faze-la, com o "Veredas...".

O "Luiz do Veredas" tinha emoções, sentimentos e amor a vida muito intensos, em ebulição mesmo, mas aprisionadas por um foco limitado, direcionado. O "Luiz do Sem Limites" pegou toda aquela emoção e sentimentos e ampliou muitíssimo os limites desse foco.

A impressão que me dá é que vc harmonizou o que fervilhava dentro de vc e isso te tornou mais sereno, mais profundo, mais inteiro, mais feliz.

Não sei se estou conseguindo te passar exatamente o que estou sentindo mas posso te afirmar que é muito gostoso perceber isso. Na minha cabeça consigo até visualizar a transformação do seu amor mas colocar em palavras é muito difícil.

Um beijo

Leila Martins ---- Rio de Janeiro - RJ

*******************

Luiz,

Eu também já li o livro todo, mas vou reler... Por enquanto o que posso dizer é que te conheci melhor ( ou seja, te conheci) através dele... Pude ver o seu interior... Indentifiquei-me em algumas crônicas... Muitas me trouxeram saudades de pessoas e de tempos passados... Foi muito importante para mim conhecer essa obra de amor e dedicação. Você é simples e objetivo, fala sem rodeios das coisas que vivemos no dia-a-dia. e que são tão importantes!!!

Parabéns a você por ter elaborado e divulgado esse relato de amor, amizade, companheirismo, sinceridade, fé e tantas outras emoções misturadas. Já recomendei aos meus amigos...

Um abraço enorme!!!!!

Ozaine Soares - Brasília-DF

*******************

Luiz,

Li- o agora à tarde...

Eu achei maravilhoso.

Só uma pessoa sensível poderia escreve-lo.

É desses livros que a gente coloca na cabeceira, para ler sempre, uma história e outra. Salteada e voltando.

Parabéns... Só falhou numa coisa: você fala de Emília várias vezes, e ficaria legal uma foto de vocês na contra-capa. Poderia ser branco e preto, chamuscada, envelhecida... mas uma foto para os leitores conhecê-los.

Bom...é uma idéia e nem é falha. Apenas um detalhe, né mesmo?

Luiz...senti que você está em paz, que tem muito amor em sua vida, que superou grandes problemas. Você é especial. E inconformado com a ordem social e economica do país. Muito válido tudo o que escreveu...

Aquela última crônica, sobre ser feliz, sobre felicidade... é muito relativa mesmo. É para fazer a gente pensar e pensar.

Deveras reflexiva...

Bjs,

Lúcia Ferretti - Limeira - São Paulo

*******************

Oi, Luiz,

Parabéns pelo seu livro, adorei ter lido!!!

Vou recomendar para outras pessoas.

Desculpa a demora em escrever.


Um abraço,

Leila Cristine - Recife - PE

****************

Luiz,

Primeiro do que tudo mil desculpas pela ausência. Não deu para desejar-lhe uma Feliz Páscoa. Mas espero que você tenha passado este momento de reflexão ao lado daqueles que você ama.
Quero expressar a minha gratidão pelo amigo Especial que você é, homem sensível e iluminado por DEUS capaz de colocar beleza nas palavras ao sutilmente relatar ou descrever fatos corriqueiros com tremenda harmonia e grandeza.
Tú és filho da Criatura, cuja missão é levar àqueles de sensibilidade, a beleza sutil das coisas e fatos, independente de época ou qualquer dimensão geográfica, mas numa liguagem que a todos nos comove.
Você me fez viajar no tempo e no espaço, como cada personagem descrita no livro e oxalá fosse uma dessas musas que tanto inspirou esta sua vivência.

Só peço um grande favor: não guarde para si a beleza que Deus em ti depositou, mas divida-a conosco que seremos todos gratificados.

Este seu livro é uma fonte de energia e inspiração que tanto precisamos para o nosso dia-a-dia. Gostaria de obter o seu primeiro livro e desde já fico aguardando uma resposta.

Um grande beijo.


Edneide Costa - Brasília - DF

****************

Luíz,

A princípio pensei em fazer um comentário sobre os capítulos que tinha gostado, mas mudei de idéia, pois à medida em que fui lendo gostei de todos. Ia ficar um livro comentando outro livro, então resolvi selecionar alguns capítulos, o que foi uma tarefa um tanto difícil, pois todos são muito bons.


Há um capítulo que achei lindíssimo, já o li umas três vezes. É de uma beleza que nos leva a viajar. Embora eu não seja uma pessoa romântica, fiquei encantada, tive que me render. Este capítulo está na página 69, cujo título é Hoje...

Ao Cair da tarde...

Muitas vezes eu também tenho um pouco de medo do tempo, tenho medo daquilo que ele pode trazer ou levar, pensamentos receosos, dúvidas, ansiedades tomam conta da minha mente, porém no meio destes temores recorro a minha fé e nela encontro esperança, confiança no amanhã. Quando estava lendo este capítulo me identifiquei muito com ele, acredito que o mesmo ocorreu com muitas pessoas.


Teve um capítulo em que você relatou muito bem, os momentos difíceis que um ser humano pode passar, muitas vezes eu paro para pensar nisso. Durante a minha vida sempre admirei muito as pessoas que têm qualquer tipo de deficiência física, pois sei como tudo é muito mais difícil, e isto faz com que eu tenha uma admiração e respeito por todas elas. Este é até um tema difícil de ser comentado, mas com você eu até me sinto à vontade, pois acho que você é uma das poucas pessoas que encara este problema de frente, parabéns! Continue dando esta lição de vida, pois é de grande valor para nós.

Mundo em Desencanto...

Neste capítulo há uma boa puxada de orelhas para que não fiquemos somente olhando para o nosso umbigo.

A minha oração é que o Senhor Jesus torne em realidade todos os seus sonhos o mais rápido possível. E quando isso acontecer, tenha certeza que ficarei muito feliz com a sua felicidade.

Um abraço,

Rane Morais - Recife - PE

***********

Luiz Maia,

Já expus aqui na lista minhas alegrias, tristezas, vitórias, derrotas, o que não poderia ser diferente, pois aqui me sinto mais do que em casa, muito à vontade para falar de mim e de meus sentimentos, porque sei que aqui sou compreendida e ouvida mesmo quando opiniões diferentes às minhas aparecem, principalmente sou respeitada, amada e aceita exatamente como sou.

Pois bem, faço questão de compartilhar aqui uma alegria que tomou meu coração nestes últimos dias...

Terça-feira, dia 9 de abril, chegou em minhas mãos um tesouro. Não é um tesouro como vocês devem estar pensando, este tesouro que recebi não é medido em cifras, é medido com o termômetro do coração.

SEM LIMITES PARA AMAR. É deste tesouro que estou falando.

Tão logo o recebi, abri e comecei a ler porque estava mesmo muito ansiosa para lê-lo e sentí-lo. Pois bem, a cada letra, palavra, frase, parágrafo, meu querido amigo Luiz Maia dá um banho de sentimentos. A cada página lida, jorram sentimentos. Dos mais simples aos mais complexos, dos mais bonitos aos mais terríveis. E o final se resume, e é isto que é o mais importante no livro, com Luiz Maia nos ensinando o caminho dechegarmos ao sentimento mais puro que é o Amor Incondicional, através de suas palavras, e de seus ensinamentos. Ele tem o dom de, através de suas frases simples e diretas, nos ensinar que o que realmente vale nesta vida, é o amor. E amor aqui não é o de homem e mulher, pai e filho, mas amor às criações Divinas, amor ao próximo, amor, amor, amor...

Eu já disse isso muitas vezes e nunca vou me cansar de dizer... Luiz Maia é especial porque ele não escreve palavras, ele traduz essas palavras em sentimentos. Creio que ele mesmo não sabe o quanto consegue tocar as pessoas com esse dom especial que Deus lhe deu.

Luiz...obrigada por me permitir fazer parte da sua vida, e obrigada por você fazer parte da minha.

Beijinhos carinhosos...

Graciela Arias - São Paulo - Capital

**************

Luiz Maia,

Sem limites para amar é realmente um livro onde não existem limites para o ser integral, para a caridade não só a material mas também a caridade d'alma. Numa linguagem simples e poética mostras quanto amor, carinho, desejos, decepções, sonhos e realizações existem dentro do teu ser. Emocionantes, encantadoras e muito, muito humanas as tuas linhas.

Débora Acácio - Salvador - BA

************

Luiz,

Acabei de ler o seu livro. Demorei tanto porque apenas conseguia ler à noite, já na cama. Posso dizer-lhe que gostei muito, não apenas pelo conteúdo mas sobretudo porque através dele pude conhecê-lo melhor e constatar, mais uma vez, que você é realmente uma pessoa sensível aos problemas que afligem a Humanidade e que, através da escrita, lança um alerta a todos os que o lêem. O seu livro é um verdadeiro caleidoscópio da vida. Lê-lo é como espreitar a realidade, nos seus diferentes aspectos, através da lente da emoção, da solidariedade, do amor, da indignação, da revolta, da saudade...!

Continue e já agora por que não publica os seus poemas? Fico à espera.

Um gande abraço para si e para a Ana Emília.

Rita Gonçalves - Ilha da Madeira

*****************

Meus Livros Página Principal