Veredas de uma Vida

Luiz Maia

10

Sheila e Clarete... Ambas estudavam no Colégio Israelita e moravam no Bom Retiro. Eram judias e seus pais industriais do ramo têxtil. Antonio começou a namorar com Sheila. Ela era muito amiga de Clarete, uma moça bonita que sempre estava ao seu lado. Fiquei muito amigo delas e logo passamos a sair os quatros juntos: Antonio, Sheila, Clarete e eu marcávamos sempre presença nos restaurantes distantes da cidade. Parecia que a minha vida ia mudar, embora me contentasse em ser (apenas) amigo de Clarete.

Juntos, chegamos a conhecer várias cidades do interior paulista: São Vicente, Santos, Santo André, Campinas, Capivari, Pindamonhagaba e São Roque. Mas o que eu mais gostava era de ir ao Parque do Ibirapuera. Lá renovava minhas energias e matava saudade do verde, esse bem tão escasso na capital paulista. Eram momentos agradáveis ao lado de Clarete, onde ficávamos horas até a noite chegar. Ah, quanta vontade eu sentia de falar de namoro à Clarete, só não o fazendo devido a uma estúpida timidez. Eu sentia que o seu sentimento para comigo dizia muito mais que uma simples amizade. Mesmo pensando assim, demorava a declarar meus sentimentos... Os dias se passavam na mesma "tranqüilidade" de sempre, e as coisas pareciam não se mexer de lugar. Eu não queria que fosse assim... Alguma coisa poderia acontecer a qualquer momento. Mas o quê? Qual a notícia que poria um fim naquele nosso remanso?

Pois bem, Sheila e Clarete, demonstrando muito nervosismo, diziam para Antonio que os pais de Sheila estavam desconfiados que ela estava namorando algum rapaz que não era judeu, e a partir dali as coisas seriam diferentes. As duas teriam de tomar todo cuidado possível para não serem vistas conosco de jeito nenhum. Lamentável era aquilo tudo que estava acontecendo conosco. Ficamos tristes e ao mesmo tempo indignados com tamanho absurdo. Esse descabido preconceito nós não tínhamos tomado conhecimento em nossas vidas. Como viver às escondidas o tempo todo, em nome de um besta preconceito que visava apenas destruir sentimentos dos mais puros? Os judeus são muito unidos e têm forte tradição de apego à cultura, seria quase impossível qualquer aproximação nossa sem que eles soubessem. Estávamos nos sentindo excluídos sem poder fazer nada. Mas viriam as férias...

 

o0o

 

Anterior Próximo Sumário

Página Principal