Veredas de uma Vida

Luiz Maia

33

O Natal de 1974 estava bem perto, e eu mantinha a minha rotina de ir à clínica todos os dias, enquanto Jane se mantinha alegre e confiante em meu total restabelecimento. Num determinado dia, ao voltar da clínica para casa, com a ajuda de meu irmão sentei-me numa cadeira para descansar. Logo Jane debruçou-se sobre minhas pernas, começando a me fazer carinho. Meu Deus, o que estava se passando comigo, pois tudo que fazia por mim só aumentava o meu complexo, o meu sentimento de impotência. O meu machismo ganhava corpo e esmagava o homem que havia em mim. Eu entendia que estava havendo uma inversão de valores. O meu papel seria o de comandar o carro, com ela ao meu lado, e de preferência seguirmos junto com destino a um restaurante da cidade.

Eu não aceitava outra hipótese de jeito nenhum, e estava doente por isso. Foi aí que resolvi segurar o seu rosto, e, com os olhos cheios d´água, agradeci por tudo que fizera comigo até então. Depois de alguns segundos em total silêncio, cheguei a pedir para ela não mais me procurar, pois era preciso ser assim... Ela me olhou perplexa, e calada baixou a cabeça, tentando respirar para se refazer daquela minha grosseria, da estupidez de um ato impensado. Depois, Jane, chorando bastante, foi embora sem poder se despedir de ninguém.

De imediato comecei a sentir falta de sua voz, de cada gesto de carinho seu comigo, e a sua ausência tomava conta de mim. Cansado, triste, desnorteado, consegui reunir forças e pedi ao meu irmão para me levar para o quarto. Já deitado na cama, minha mãe foi me perguntar por que eu fizera isso com ela. Respondi pedindo a sua ajuda, já que estava sofrendo muito, enquanto ela seria bem mais fácil de esquecer tudo. Foram seis meses de convivência diária. Juntos aprendemos a gostar um do outro, sempre respeitando e nos acostumando com as nossas diferenças. E foram essas diferenças que fizeram com que ela um dia se aproximasse de mim. E pensar que fazíamos tantos planos... Um dia a realidade vem, e nossos sonhos infantis se vão...

 

o0o

 

Anterior Próximo Sumário

Página Principal