Veredas de uma Vida

Luiz Maia

36

Às vezes Artur e eu íamos até à Clínica do Hospital Português, onde fazíamos exercícios e tomávamos (erradamente) massagens. Enquanto isso conhecemos duas fisioterapeutas, Míriam e Lúcia, e logo nos tornamos amigos. Num determinado dia, ao chegarmos lá, elas perceberam nossos corpos bronzeados pelo sol e deixaram escapar que gostariam de um dia poder ir até lá para nos visitar, e assim passaríamos um agradável dia juntos. De imediato falei que poderia ser no próximo domingo, e passei o endereço e o mapa para elas. Elas concordaram e ficamos felizes com isso.

O cozinheiro da casa era Artur e naquele domingo, mais que nunca, ele precisava caprichar com um almoço diferente. Resolvemos comprar peixe fresco na porta de casa, embora nos parecesse falta de imaginação, servir peixe estando na praia. Mas vá lá que seja e assim foi. Às dez horas do domingo elas chegaram e ambas me encontraram fazendo exercícios na passarela. Artur e Germano estavam arrumando um pouco a casa, para não demonstrar tanta bagunça assim. Pedi que me ajudassem a sair dali e fui me sentar no terraço. Nada de cerimônias, fiquem à vontade, foi o que lhes falamos.

Eu prestava atenção no que Lúcia falava. Ouvi dizer que achava a praia longe demais. Então disse-lhe que uma vez na vida não faria mal a ninguém, no que ela teve de concordar, rindo. De bebidas na geladeira apenas suco de frutas e um guaraná. Pedi para que meu irmão as conduzisse até o quarto, onde elas trocariam de roupas e vestiriam seus maiôs. Era isso o que mais queríamos e ficamos satisfeitos ao vermos aquele lindo panorama.

Pela primeira vez aquilo acontecia e achamos que merecia um brinde, mesmo à base de suco de frutas. Os médicos haviam me dito que eu jamais poderia ingerir bebidas alcoólicas. Eu ainda sentia falta da bebida, mas estava inteiramente conformado. Paramos um pouco a conversa e fomos direto à praia. Eu via aquelas mulheres lindas, em trajes sumários, se encaminhando em direção ao mar, em total contraste com meu trôpego caminhar. Então começava a pensar em coisas que não caberiam naquela hora. No fundo estava feliz em tê-las como amigas e a todo instante eu demonstrava o meu bem-querer às duas. Foi um domingo atípico, alegre e saudável!

 

o0o

 

Anterior Próximo Sumário

Página Principal