Veredas de uma Vida

Luiz Maia

45

Os dias iam passando rápidos, e eu já estava treinando marcha no ginásio, sob os olhares e a orientação da fisioterapeuta Gilda. Andava me apoiando num corrimão da passarela, tendo à frente um espelho para eu poder corrigir minha postura. Depois de quinze minutos, eu passava a caminhar lentamente, empurrando uma cadeira de rodas com uma pessoa sentada, para me segurar. Assim eu ia lá embaixo do corredor e voltava, e meu corpo a essa altura era todo suor devido ao enorme esforço feito por mim. E assim lá ia eu nas minhas trôpegas caminhadas de fim de tarde.

Confesso que não me sentia bem com aquilo, por entender ser esses exercícios pura perda de tempo. Desse modo foi muito fácil para mim admitir que teria de me contentar em ficar para sempre dependente de uma cadeira de rodas. Numa reunião de equipe, todos os profissionais envolvidos no meu tratamento foram unânimes em afirmar que, daquela data em diante, eu teria de ser preparado para enfrentar "as atividades da vida diária" - AVD. A partir dali estava nascendo uma nova pessoa: eu deixara de lado o sonho acalentado há tempo de voltar a andar para aceitar e me preparar para trafegar minha imobilidade, para sempre, numa cadeira de rodas.

As pessoas fogem da cadeira de rodas do mesmo modo como fogem do amor. A cadeira assusta a muita gente e o amor também. Mas a cadeira está ali para auxiliar, para ajudar às pessoas a se libertarem e fazê-las mais felizes. Sim, isso é perfeitamente possível. Por isso é que o exercício do amor é a manifestação mais contundente de nossas idéias a respeito do mundo, dos nossos valores. O que tem a ver uma cadeira com o amor? Ambos são contundentes. Ambos assustam e causam arrepios. Dizer para a pessoa amada "eu te amo" não é para qualquer um não. E é por essas e outras que eu e a minha cadeira somos uma única coisa. Já não posso prescindir dela, nunca mais. Sou um paraplégico confesso, mas abomino a paraplegia por parecer algo estagnado, e não pode nem deve ser assim. Eu sobrevivo a tudo isso porque amo!

 

o0o

 

Anterior Próximo Sumário

Página Principal