Veredas de uma Vida

Luiz Maia

70

Nota: O meu desejo de participar cada vez mais das coisas que diziam respeito à Igreja e aos seus ministérios fazia crescer em mim o interesse de freqüentar não só os cultos matinais, como também de interagir com as pessoas de alguma forma. Por isso comecei a escrever textos curtos para entregar ao Pr. Paulo, no sentido de serem aproveitados no boletim dominical. Um desses textos foi a "Oração ao Senhor" que poderá ser lida abaixo.

ORAÇÃO AO SENHOR

Ó Pai amado, por teu intermédio intercedemos pelo lado humano das pessoas, dessas que se preocupam conosco e são capazes de demonstrar amor e misericórdia pelos seus irmãos de caminhada.

Ó Pai amado, Tu fazes substituir a fome pela fartura, embora contida, o choro pelo riso, por mais que pálido, a dor pelo prazer, mesmo que indefinido.

Pai, desarma nossos espíritos e inicia, assim, um processo de descondicionamento de nossos valores meramente humanos. Faz valer o Teu amor, inibindo o desamor que pede morada em nossos corações.

Abençoa as pessoas que vivem felizes e pacificamente ao lado dos seus, dos amigos e que têm em Ti um modelo a ser seguido. Por isso, é muito bom testemunhar a alegria pura e simples de crianças vivendo em harmonia com a natureza.

Pai, é sempre bom lembrar o desprendimento daqueles que levam uma vida inteira a serviço do bem, sendo este seu único alvo. E, enquanto eles viverem, os horizontes permanecerão abertos, as floriculturas jamais murcharão.

Pai bendito, ajuda-nos a seguir o Teu caminho, dando-nos uma visão mais abrangente do verdadeiro valor da vida, mas, de uma vida sem sofismas, onde possa coexistir entremeados o riso e o choro, a alegria e eventuais tristezas. E que possamos Te servir, no presente e no porvir para sempre. Amém!

 

o0o

 

Anterior Próximo Sumário

Página Principal